Por Camila Rego Vieira.

Fique em casa,
Feche as janelas,
Entre em seu quarto.
Com o coração em brasa,
Relembre as sequelas
De cujas dores está farto.
Sente o peso da opressão?
Mais forte que a atmosfera
Ela quer te esmagar,
sufocar seu coração
Nessa falsidade que impera
E nessa podridão.
Mas não precisa se esconder
Numa máscara qualquer,
Pois o verdadeiro
Não se cobre por encenação.
Se procura algo para te preencher,
O alívio que sua alma tanto quer,
Escute primeiro,
É opção para quem não viver
A vida inteira numa torpe enganação.

Ao cansado,
Ele dá paz.
Aos feridos,
Plenitude da cura.
Deus ama com doçura
Nos chama de “queridos”.
A graça dEle é eficaz,
Não ao terreno Eldorado.
É preciso ter coragem
Pra confiar e ter fé,
Renunciar a si mesmo.
Amá-lo não é acreditar em miragem,
Nem ir contra a maré,
É agradecer até pelo pão esmo.
Amá-lo é honrar os irmãos,
Louvar apenas o Rei,
Olhar sabendo ver,
Ser capaz de liberar perdão.
Ao próximo estender as mãos,
Compreender o propósito da lei,
Adorar quem tem todo poder
Com todo seu coração.
E se achou árduo ofício,
Não se preocupe não.
O amor de Deus
É tão grande quanto sua justiça,
Para Ele, um bem intencionado sacrifício nunca será vão.
Bem mais altos que os Pirineus,
Bem mais nobres que toda cobiça
São os planos dEle, o noivo esperado.

E quando estiver se sentindo mal ou sozinho, entre em contato com quem não há de falhar…
Fique em casa,
Feche as janelas,
Entre em seu quarto.
O bom soldado cristão não ganha batalhas entrincheirado, ele vence a guerra é de joelhos no chão.